Fábio Vilas Boas apresenta a deputados investimentos da saúde pública da Bahia, menos para Brumado — Brumado VerdadeBrumado Verdade Fábio Vilas Boas apresenta a deputados investimentos da saúde pública da Bahia, menos para Brumado — Brumado Verdade
MENU
Seja Bem-vindo! Hoje é Sábado, 29 de Abril de 2017
Publicidade:
Publicidade:

Acessar
BLOG antigo


Nosso Whatsapp
77 99837-3618

Fábio Vilas Boas apresenta a deputados investimentos da saúde pública da Bahia, menos para Brumado

19 abril 2017 | 0:28

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, apresentou nesta terça-feira (18) a deputados da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) um balanço dos investimentos realizados pelo governo estadual na área nos últimos dois anos. De acordo com o titular da pasta, a administração aplicou mais de R$ 9 bilhões em obras, serviços e recursos humanos na área, com a abertura de aproximadamente 500 leitos em hospitais e maternidades. O secretário destacou também que, para continuar investindo em serviços de alta complexidade e atendendo os pacientes mais graves, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) implantou nos últimos dois anos medidas de eficiência do gasto público, o que permitiu ampliar e descentralizar a assistência à saúde. “Apenas neste período, a capital baiana ganhou o Hospital Geral do Estado 2 (HGE 2), referência no atendimento a queimados e a urgência e emergência de trauma e o Hospital da Mulher, que é a maior unidade do Norte-Nordeste especializada no atendimento à saúde feminina. Foram mais de R$ 110 milhões investidos nas duas unidades, que acrescentam 297 novos leitos à rede estadual. Já no interior, inauguramos duas Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs), uma em Feira de Santana e a outra em Vitória da Conquista. Cada unidade tem a capacidade de atender, diariamente, até 450 pacientes de baixa e média complexidade”, pontuou o secretário. Conforme a Sesab, serão investidos a partir deste ano mais de R$ 600 milhões no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia, sendo 70% financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 30% de contrapartida estadual. Os recursos serão empregados, simultaneamente, na estruturação do Sistema de Atenção Integral de Saúde para superar vazios assistenciais em áreas prioritárias e no fortalecimento da regulação para a assistência à saúde, o que poderá garantir o acesso dos usuários do SUS na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Serão construídas, ampliadas e reformadas unidades de saúde nas cidades de Candeias, Camaçari, Alagoinhas, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Salvador, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, Santo Antônio de Jesus, Valença e Feira de Santana. A secretaria informou também que serão construídas 11 policlínicas, o que pode ampliar a oferta de serviços de média complexidade e descentralizar a assistência na Bahia. Cada policlínica custará cerca de R$ 20 milhões entre obras e equipamentos, que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado.  As próximas policlínicas serão construídas nos municípios de Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Simões Filho e Santo Antônio de Jesus, sendo a capital baiana a única com duas unidades.

Tags:


Enquete

  • O que você acha do nepotismo praticado pelos prefeitos em sua cidade?

    Veja o Resultado

    Carregando ... Carregando ...