Votação que revogou prisão de deputados da Alerj termina em confronto — Brumado VerdadeBrumado Verdade Votação que revogou prisão de deputados da Alerj termina em confronto — Brumado Verdade
MENU
Seja Bem-vindo! Hoje é Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Publicidade:
Publicidade:

Acessar
BLOG antigo


Nosso Whatsapp
77 99837-3618

Votação que revogou prisão de deputados da Alerj termina em confronto

17 novembro 2017 | 17:46

Foto: Henrique Coelho/ G1

A votação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que acabou revogando a prisão do presidente da Casa, Jorge Picciani, além dos deputados Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do PMDB, terminou em confronto entre manifestantes e policiais militares na tarde desta sexta-feira (17). Durante a apreciação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça, servidores tentar forçar as grades de isolamento da Alerj, e PMS responderam distribuindo balas de borracha e bombas de efeito moral, segundo o G1. A Cavalaria foi chamada para atuar na Praça XV, como forma de dispersar os manifestantes. Em entrevista ao G1, o coordenador do Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Rio, Ramon Carrera afirmou que funcionários da Alerj foram posicionados nas galerias da casa, para impedir o acesso dos servidores ao local durante a votação. O acesso dos manifestantes tinha sido liberado por decisão judicial.

Tags: