Arquivos Literatura — Brumado VerdadeBrumado Verdade Arquivos Literatura — Brumado Verdade
MENU
Seja Bem-vindo! Hoje é Segunda, 19 de Fevereiro de 2018
Publicidade:
Publicidade:

Acessar
BLOG antigo


Nosso Whatsapp
77 99837-3618

Brumado: Diná Gomes Fernandes lança seu Livro “Diálogos e Vivencias na Educação Infantil” no Rotary Club

23 dezembro 2017 | 18:25

O livro foi uma homenagem aos seus netos. Foto: Nete Freitas/Brumado Verdade

Foi assim o lançamento do livro “Diálogos e Vivencias na Educação Infantil”, uma noite de grande celebração da arte e da cultura em forma de sonhos e fantasias. Esse é o universo revelador da grande educadora, a Professora Diná Gomes Fernandes, que nos premia com essa pérola rebuscada em nosso tempo de criança, onde a inocência prevalecia povoando nossas vidas na maior intensidade e calmaria, dos velhos tempos de infância. Em noite onde a poesia e a música falaram do encanto e da beleza da vida infantil, revelando a grandeza da arte. Para ilustrar a magia da grande noite, crianças apresentaram poemas e cantigas infantis, poetas da Academia de Letras e Artes de Brumado (ALAB), fizeram um recital de poesias de poetas renomados. Também teve a participação do Joilson Lopes, voz e violão e Sílvia Mello, interpretando canções de Toquinho. O evento aconteceu na noite desta sexta-feira (22), na sede do Rotary Club de Brumado. A noite cultural reuniu amigos, familiares e convidados da escritora em mais uma celebração brilhante da Alabiana. O site Brumado Verdade como sempre esteve prestigiando e fazendo a cobertura do grande momento cultural, que tanto enriquece a cultura e a literatura em nosso município. Veja as fotos abaixo.

Tags:

Poesia em homenagem ao dia dos Pais: Pai, o espelho do meu ser

13 agosto 2017 | 11:03

Foto: Nete Freitas/Brumado Verdade

Pai, o espelho do meu ser
Autor: Nildo Freitas

No silêncio do mundo nasceu a minha admiração,
O seu nome pode ser João, Pedro, José ou Jesus.
O tamanho do meu amor revela a imensidão do ser,
Vidas que se foram em tempos de outrora.

O lado oculto do infinito é seu ponto de partida,
Posso não ter a tua presença ao meu lado.
Pois a necessidade nunca será a tônica do meu querer,
É que no meu íntimo o grande exemplo sempre foi você.

Tudo é beleza na tua infinita paz,
Onde você estiver o encantamento se revela.
Na lágrima perdida, no choro de uma criança,
Na infinita visão de tudo aquilo que você deixou.

O amor é tudo no breu da escuridão,
Faz nascer em mim, à ternura infinita do que sou.
É o encantamento de uma linda flor,
Na riqueza paterna que a história revelou.

Pai, palavra mágica incolor,
Um verdadeiro mundo sem fim.
Desbrava horizontes perdidos na grandeza do céu,
De minha infância reencontrada no deserto da vida.

Tags:

Mito: A Lenda da Caixa de Pandora

16 abril 2017 | 6:51

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A primeira mulher foi feita no céu por Júpiter e a denominou de PANDORA, cada um dos deuses contribuiu com alguma coisa para aperfeiçoá-la. Vênus deu-lhe a beleza, Mercúrio a persuasão, Apolo a música etc.. Pronta, a mulher fora mandada à Terra e oferecida a Epimeteu que de boa vontade a aceitou, embora tenha sido advertido pelo irmão para ter cuidado com Júpiter e seus presentes. Epimeteu tinha em sua casa uma caixa, na qual depositava coisas malignas (maldades). Ao preparar a casa para a morada de Pandora, curiosa para saber o que continha na mesma, destampou-a para verificar o conteúdo. Porém, espalhou-se por por toda parte, as maldades que a continham e atingiram a humanidade: para o corpo – gota, reumatismo, cólica; para o espírito – inveja, despeito e vingança etc. Pandora apressou-se em tampar a caixa, mas, infelizmente, todo o conteúdo havia escapado, com exceção de uma única coisa que ficara no fundo da caixa – A ESPERANÇA. Assim, sejam quais forem os males que nos ameacem, a esperança nos protege e enquanto a cultivarmos, nenhum mal nos atinge.

Tags:

Escritor brasileiro Paulo Coelho tem livros confiscados na Líbia

25 janeiro 2017 | 0:04

por Jamil Chade, Estadão

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Livros de Paulo Coelho foram confiscados na Líbia, como parte de uma ofensiva por parte de grupos extremistas dentro do próprio governo contra o que chamam de “invasão cultural” do Ocidente e “tendências pervertidas”. Em entrevista, o brasileiro que vive em Genebra lamentou o confisco. Mas alertou que a medida “nunca funcionou na História”. “Confiscar livro remete ao obscurantismo”, disse. “Queimar e proibir livros é o pior que pode existir. Pessoalmente, me sinto triste. Mas a realidade é que queimar pensamentos nunca funcionou”. Autoridades de outras regiões da Líbia também criticaram o confisco. “Essa é uma violação à liberdade”, disse Khalid Najim, chefe da Autoridade Cultural de Al Thanni. À reportagem, Coelho explicou que entrou em contato com embaixadores brasileiros que, numa gestão com o governo líbio, tentariam reverter o confisco. “Não podia ficar sentando vendo meus livros serem queimados”, disse o escritor mais vendido da história. Coelho lembrou que essa não foi a primeira vez que suas obras foram confiscadas. Uma situação parecida ocorreu com ele no Irã. Mas, depois de uma intervenção do governo brasileiro, as autoridades iranianas alegaram que houve um “mal-entendido” e voltaram a autorizar a circulação das obras de Coelho. “Proibir um livro jamais funcionou. Sempre existem canais paralelos e a censura atiça ainda mais a curiosidade pelas obras”, disse o escritor, lembrando que a prática também foi usada no passado pela Igreja Católica.

Tags:

Empoderamento bate política e sexo e é a palavra mais buscada de 2016 no dicionário

3 janeiro 2017 | 11:43

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A palavra mais buscada no Dicionário Aurélio em 2016, de acordo com levantamento da editora Positivo, foi “empoderamento”, termo usado principalmente dentro de movimentos feministas. Em seguida, configuram os termos “política” e “sexo”. Empoderamento é considerada um neologismo – palavra ou expressão criada a partir de outras já existentes – e tem origem do inglês, empowerment. Sua criação é atribuída ao educador brasileiro Paulo Freire e consta no Dicionário Aurélio como “ato ou efeito de empoderar ou empoderar-se”. Na lista, aparecem ainda termos como “racismo” e “microcefalia”, em quarto e quinto lugares, respectivamente.

Leia mais »

Página 1 de 11