MPF pede prisão de Cláudia Cruz; promotores atestam que ela era cúmplice de Cunha — Brumado VerdadeBrumado Verdade MPF pede prisão de Cláudia Cruz; promotores atestam que ela era cúmplice de Cunha — Brumado Verdade
MENU
Seja Bem-vindo! Hoje é Quarta, 28 de Junho de 2017
Publicidade:
Publicidade:

Acessar
BLOG antigo


Nosso Whatsapp
77 99837-3618

MPF pede prisão de Cláudia Cruz; promotores atestam que ela era cúmplice de Cunha

19 abril 2017 | 18:04

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com Eduardo Cunha preso há exatos seis meses, os procuradores da Lava Jato pedem também a condenação da jornalista Cláudia Cruz por crime contra o sistema financeiro e por lavagem de dinheiro. Segundo informações da Veja, os 12 procuradores que assinam os “memoriais escritos” entregues ao juiz Sérgio Moro querem que a esposa do ex-presidente da Câmara cumpra a pena em regime fechado. O pedido tem como base cinco fatos ligados à manutenção de dinheiro não declarado no exterior. “É claro que Cláudia Cruz, pessoa bem esclarecida, sempre teve conhecimento de que o salário de Eduardo Cunha, como servidor público, jamais seria capaz de manter o elevado padrão de vida por eles mantido”, diz o texto da petição do Ministério Público Federal (MPF). A jornalista sempre negou conhecimento sobre as movimentações ilegais do marido, na Suíça. Mas o MPF atesta que ela bancou contas internacionais suas e de sua família com recursos provenientes do crime. “Cláudia Cruz não foi simples usuária dos valores, mas coautora de Eduardo Cunha em lavar os ativos mediante manutenção de conta oculta com os valores espúrios, cuja abertura foi assinada por ela, bem como por converter os ativos criminosos em bens e serviços de altíssimo padrão”, completam os procuradores. Se condenada, a esposa de Cunha terá que ressarcir a União em R$ 7 milhões.



Enquete

  • O que você acha do nepotismo praticado pelos prefeitos em sua cidade?

    Veja o Resultado

    Carregando ... Carregando ...